Ovos e Horta

Atualizado: Mai 11

#Ovo na #Horta? Sim, isso mesmo. Que o ovo é um alimento rico em nutrientes você já sabe ou ouviu falar, certo? Ele já foi considerado um vilão na alimentação, mas tudo mudou, hoje ele é recomendado por nutricionistas por ser composto por proteínas, vitaminas e minerais. É fonte de gorduras do bem e dá pra inventar muitas receitas com esse ingrediente VIP em qualquer #cozinha.

A #clara é a queridinha dos "FITers", uma bomba proteica, e para quem nunca experimentou um omelete de claras, deixamos aqui a dica. E a #gema? Poutz, a gema ... é a delícia dos doces! Só de pensar dá água na boca, hummm... aquele ninho de fios de ovos, ou um pastel de Santa Clara, santo ovo que nos proporciona tantas delícias. Sem contar na gema mole escorrendo no pão! Táa... paramos!


O Quintal Urbano fala em experiências de cultivo, certo? Da horta à mesa, correto?


E o que o ovo tem a ver com horta? Vamos criar galinhas para ter esterco e adubar a horta? Olha, poderia ser uma bela opção e tem gente criando galinhas em casa viu? Não é comum, mas tem. Ok, ok, não vamos dar a dica de criar galinhas em apartamento, mas sim, ovo e horta têm uma conexão e vamos te contar. Quem acompanhou a "Conversa no Quintal" em que a Vivi Pretz conversou com a Karina Lentz, ficou sabendo de tudo isso e pôde dar boas risadas com as duas.

Ovos e Sementeira Sempre aconselhamos nossos clientes, amigos e membros do clube a semear as sementes em um recipiente pequeno, de forma que você possa controlar o cultivo na sua fase inicial, e acompanhar a germinação. São bebês plantas em formação, é como se fosse uma incubadora, um berço, onde você manipula o ambiente de forma a deixá-lo ideal para o desenvolvimento saudável e protegido. Depois disso você transplanta para o vaso ou o canteiro, quando ela está mais forte para aguentar as intempéries da vida.

Chamamos de sementeira este local. Os produtores rurais usam sementeiras com diversas células de cultivo, de 48 a 128 “buraquinhos” em uma bandeja (plástica ou de isopor) onde coloca-se substrato para semear as sementes. Ok, mas você não é um produtor rural e não quer semear tanta semente assim, o que fazer? Tem infinitas possibilidades, desde uma tampinha de garrafa PET, copinhos de cafezinho e aí chegamos na casca do ovo. Isso mesmo a casca do ovo pode ser uma sementeira muuuito especial.


Foto: Vivi Pretz

A casca do ovo é puro bicarbonato de Cálcio, e num processo de compostagem é transformado no micronutriente Ca (cálcio) essencial para a produção de algumas hortaliças.


Utilizar a casca do ovo como sementeira, é um bom início para se pensar em Cálcio no solo.


Depois que as sementes germinarem e crescerem um pouco, você transplanta a muda com a casca de ovo e tudo. É só dar uma esmagadinha na casca e plantar a muda junto com os pedacinhos da sua sementeira.


Quando você for usar os ovos, quebre a casca com delicadeza fazendo apenas um orifício no topo, ou quebre ao meio a fim de fazer duas sementeiras. Lave, deixe sem resíduos (se quiser ferva) e coloque na caixa do ovo para dar um suporte e deixá-lo em pé. Coloque terra vegetal no interior da casca de ovo, não precisa muito, duas colheres de sopa são suficientes. Semeie delicadamente as sementes, podem usar umas 3, pois nem todas vingarão, use as mãos ou uma pinça se preferir. Não enterre, é pra colocar de leve, em uma profundidade de no máximo 0,5cm, e polvilhe um pouquinho mais de terra por cima, não enterre a semente. Se você fizer isso, ela terá mais trabalho para conseguir subir e crescer, então facilite a vida da planta!

Escreva na casca qual semente semeou e a data. Porquê a data? Para acompanhar a evolução. As sementes de acordo com a variedade, podem demorar de 4 a 30 dias para germinar, e se você não tem esta informação fica difícil saber se está tudo bem ou não.


Regue todo dia com cuidado, use um borrifador, ou uma colher de sobremesa para não afogar a planta, deixe a terra úmida e não encharcada. Quando ela estiver com uns 6 centímetros chegou a hora de transplantar. Dê uma amassadinha de forma a quebrar a casca e transplante tudo junto para o local maior que você vai continuar cultivando sua planta.

Ovos e Adubo Por ser rico em cálcio a casca torna-se um potencial nutriente no solo de lenta liberação. Algumas plantas necessitam de muito cálcio para o pegamento dos frutos, no caso, a abóbora e para a formação de frutos sadios, por exemplo, o tomate. Sem Cálcio, nem tente cultivá-los.

Uma solução para se ter cálcio à disposição é guardar as cascas limpíssimas e secas e batê-las no liquidificador formando uma farinha, que pode ser colocada na composteira ou diretamente no vaso, mas lembre-se: Diretamente no vaso a liberação de cálcio para o solo se dá de forma lenta, Ok?

Ovos e Lagartas O ideal para acabar com as lagartas em hortas de pequenos espaços é a catação manual. Porém, existem áreas um pouquinho maiores, ou quintais cheinhos de couve que podem atrair alguns visitantes indesejados e a catação manual pode dar um certo trabalho e uma baita dor nas costas. Entretanto, existem alguns truques que podemos utilizar, afinal, somos seres mais evoluídos que as borboletas certo? Para quem nunca fez a associação, lagartas se transformam em borboletas. Então amigos, a lagarta que você odeia comendo suas couves, se transformará na borboleta que você achará linda mais adiante. Por isso, não mate, colete e transfira para outro lugar Deixa ela voar por aí, em jardins, mas longe da sua horta!

Existe um repelente ecológico, que na verdade é um sinalizador: Borboleta Chispa Daqui!


As mamães borboletas procuram plantas saudáveis e viçosas para garantir a alimentação dos seus filhotinhos, que vão eclodir dos ovos colocados sob as folhas. Geralmente de coloração amarela, localizados na parte de baixo das folhas, os ovos eclodem sozinhos em torno de 1 semana após a postura. Diferente dos mamíferos, quando nascem as lagartas, a mamãe já não está mais alí, ela deixou todo o ambiente prontíssimo para que as lagartinhas consigam alimento e um recado indireto para seus descendentes: "Virem-se"!!

E o que o ovo tem a ver com isso? Se tu achas que somos mais inteligentes do que as borboletas... Melhor repensar a sua postura de ser superior! As borboletas, sábias que são, ao verem ovos maiores que os seus, preferem colocá-los bem longe, pois ali podem estar presentes predadores para seus filhotes. E assim, elas não se aproximam da sua horta!


Então faça assim: ao usar o ovo, quebre só uma pontinha no topo, lave a casca. Crave um palito na sua horta e coloque a casca na ponta. Pronto! É isso mesmo, faça um porta casca de ovo com o palito, uma placa de ovo! A borboleta verá o seu sinalizador e dará meia volta, morrendo de receio de colocar seus filhotes ali. Então é isso, entenderam por que a gente acha que ovo tem tudo a ver com nossa horta?

Esperamos que tenham gostado das dicas. Deixem comentários, compartilhem e vamos encher este Brasil de hortas urbanas.


Márcia Carneiro é fundadora e CEO do Quintal Urbano

Designer Industrial. Administradora de Empresas e Mestre em Design.


Colaboração Vivi Pretz

Engenheira Agrônoma, Sócia e Diretora Agroeducacional do Quintal Urbano

Drª em Sanidade Vegetal

Especialista em Hortas Orgânicas

123 visualizações
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone LinkedIn

©2019 por Quintal Urbano ®